Publicado por: estrelasnaparede | Abril 5, 2008

Editors (o concerto)

Ora cá estou eu, para vos dar a minha humilde opinião e o meu humilde voto de satisfação pelo concerto dos Editors.

Lá fui eu para o Porto, acompanhada pelo Peter e pelo Paulo (Vinténs :P ) num dia de calor assombroso em direcção ao Coliseu. Estava em pulgas, passei o dia a pensar no futuro, nunca mais chegava pah!

Chegamos ao Porto às 20h, fomos petiscar ao Pingo Doce e encontramos logo malta de TIC e de NTC (lol).

As portas do coliseu já estavam abertas e já havia uma porrada de gente, mesmo assim parecia que o “quase esgotado” que foi falado na Blitz era uma coisa muito distante.

Entramos, ficamos a uns 10 metros do palco, quase ao centro. Nunca mais começavaaaaaa.

Entretanto, entra um senhor no palco e a malta começa a berrar, mas calma… Ainda não eram os Editors, e o tom dos berros diminuiu. Coisa linda de se ver. Chegou a The Mobius Band, que aqueceu a malta e por acaso até curti o som.

Quando acabaram tivemos aquela longa espera até às 22h, onde eu só pensava “Aiiii tá quaseeeeee”.

22h em ponto começa um dos grandes concertos da minha vida. Tão simples quanto isto. E porquê?

Ora: alinhamento fantástico, do ponto de vista do andamento das músicas. Não dava para ficar parado, nem para aborrecimentos, não havia aquela coisa do “Música a abrir, balada pa morrer”. Depois, Tom Smith é giro (com esta o Nuno esgana-me), carismático, arrepiante, não é uma simpatia como o Eddie Vedder (que até português fala) mas tem uma grande presença. O ambiente era bom, não havia ninguém a incomodar ninguém, com moche, com pessoas em ombros, claro que havia muita gente alta :P mais alta que eu mas eu de bicos de pés safo-me. E era só malta adulta, o que faz toda a diferença. E tocaram aquelas músicas que eu queria ouvir.

Foi lindo! Não sei de que é que gostei mais. Mas estava tudo óptimo. Por mim podem vir cá todas as semanas que eu vou, só para vibrar mais um bocadinho. :D

Fiquei arrependida por não ter levado a máquina porque fiquei num spot muito bom, onde podia ter ficado com belas fotos das belas expressões do Tom Smith, mas sim, andar de máquina no Porto é o chamado risco.

Ai quero mais…

Advertisements

Responses

  1. Só vi isto agora. o.O Também quero maaaaaais! :(


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: